Segurança e conclusão de asfaltamento são reivindicações da população do Argemiro Ortega

Série de reportagens percorrerá vários bairros de Nova Andradina

M. Fernandes, Da Redação


Em continuidade à série de reportagens ‘Do que meu bairro precisa’, o Jornal da Nova entrevistou moradores do Argemiro Ortega nesta segunda-feira (22). Criado em meados de 2000 na gestão do prefeito Luiz Carlos Ortega, onde loteou e deixou uma casa construída e durante a gestão de prefeito Roberto Hashioka houve infraestrutura e levantamento das demais residências, o bairro localizado na região oeste de Nova Andradina progrediu, mas ainda precisa melhorar, é o que afirmam seus moradores.

Leia também

>> Moradores da Vila Santo Antônio querem área de lazer e solução para água parada

 

O Argemiro Ortega, situado na região oeste da área urbana, é o bairro mais populoso do município e a localidade é alvo de constantes ocorrências. Para a comunidade, a região contabiliza avanços como o saneamento, o asfaltamento e a construção de uma praça, porém, o término do asfaltamento na rua Irmã Maria Rita Loureiro e a necessidade de mais segurança são urgentes.

Vital Gomes de 85 anos, conta como a rua se torna um transtorno nos períodos de chuva.   “Agora, tem asfalto, placas, uma praça. Está tudo muito bom. Ninguém “mexe” comigo e eu não mexo com ninguém e tudo segue tranquilo. A única coisa que eu vejo que precisa melhorar é a rua rua Irmã Maria Rita Loureiro porque ela não é asfalta, e quando chove ninguém consegue passar por ela, fora o lixo que é jogado por ali”.

Antônio Batista de 62 anos e Giolino Ribeiro de 69 anos, ambos, moradores do bairro há 30 anos, compartilham da mesma opinião. “O bairro é bom, ninguém mexe com ninguém, é calmo. Algo que tenho a reclamar é que quando chove a última rua fica horrível, necessita de asfalto na última rua”, opinam.

Já para Lindaura Maria de 78 anos, o bairro também precisa de mais lombadas e vigilância.  “Aqui no bairro precisa de muita coisa. Precisa de algumas lombadas porque as pessoas de moto andam rápido demais e o risco de acidente é alto. Eu gosto daqui porque é tudo perto, eu morava em Amandina. Aqui, o Hospital é perto, a padaria, tudo aqui é perto, muito bom, aqui tem muito conforto. A segurança não é muito boa, de vez em quando ocorrem furtos aqui por perto, tinha um guarda noturno que rondava a região, mas parece que ele sumiu”, relata.

Maria Gonzaga de Brito de 68 anos, residente há 30 anos no Argemiro Ortega, se preocupa mais com a segurança: “precisa melhorar, não pode deixar a casa sozinha porque tem bastante furto por aqui, já roubaram uma bicicleta em minha casa. É ruim você sair de casa e já ficar preocupada com o tempo que vai demorar pra voltar, seria bom sair com a consciência tranquila”, descreve.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!