Idoso que estava em viatura que tombou morre depois de 11 dias em hospital

Acidente aconteceu no dia 23 do mês passado; vítima já estava grave

Correio do Estado


Felipe Medina de 74 anos, que estava na viatura do Corpo de Bombeiros que se envolveu em acidente, no último dia 23 de março, morreu depois de ficar 11 dias internado no Hospital El Kadri, em Campo Grande. O acidente aconteceu no cruzamento da Avenida Mato Grosso com a rua Antônio Theodorowich, bairro Carandá Bosque.

Leia também

>> Viatura do Corpo de Bombeiros é atingida por veículo e tomba em avenida

 

As causas da morte não foram divulgadas, mas conforme relato do Corpo de Bombeiros, Medina estava sendo transportado em estado grave, depois de um mau súbito. Após o aciddente, a vítima foi levada em estado gravíssimo para o hospital particular.

O idoso foi sepultado nesta quarta (4), no Cemitério Jardim das Palmeiras, na Avenida Tamandaré, em Campo Grande.

Acidente

Militar do Corpo dos Bombeiros conduzia a viatura pela Avenida Mato Grosso, quando chegou no cruzamento com a Rua Antônio Theodorowich teve o veículo atingido na lateral por um veículo Kia Cadenza. Com o impacto, a viatura rodou na pista e tombou.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado e o paciente que era transportado na viatura foi levado para o hospital. Outras viaturas dos bombeiros também foram ao local. Os militares e a acompanhante que estava com o idoso sofreram ferimentos leves.

Os bombeiros ressaltaram que estavam com o giroflex ligado e que, nestes casos, têm a preferencial ainda que o semáforo não esteja aberto.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!