Receptador de veículo furtado é preso pela Polícia Civil de Ivinhema

Veículo estava a venda em uma página de classificado do Facebook

Da Redação


Um homem de 32 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Civil de Ivinhema, nesta quarta-feira (11), acusado da prática do crime de receptação de veículo furtado.

Conforme apurado junto a Polícia Civil, na noite da última segunda-feira (10), uma mulher de 49 anos, moradora do Distrito de Amandina, foi até a Delegacia de Polícia e comunicou que seu ex-convivente, havia lhe furtado um GM/Celta e que estaria vendendo o veículo em uma página de classificados no Facebook.

Após a comunicação dos fatos, os policiais civis iniciaram buscas na rede social e encontraram um veículo com as mesmas características a venda na cidade de Ivinhema.

No início da manhã de ontem (11), os investigadores saíram em diligências pelos locais de venda e compra de veículos e acabaram localizando um Celta com as mesmas características daquele furtado, estacionado sobre a calçada defronte uma residência no bairro Vitória.

Feitas as checagens, os policiais constataram que aquele era o veículo furtado no Distrito de Amandina.

Os policiais localizaram um homem que se identificou como proprietário do veículo e o conduziu a Delegacia.

Aos policiais, o homem teria que havia adquirido o veículo no dia anterior, pelo valor de R$ mil, de uma pessoa que identificou apenas por Paulo, mas não soube se explicar quem era tal pessoa, nem dar qualquer outra informação sobre ele, afirmando ainda que tinha consciência que o valor pago pelo carro era menos da metade do valor de mercado.

“Diante de tantas evidências, o conduzimos à Delegacia onde foi autuado em flagrante pela prática do crime de receptação”, disse o Dr. Ricardo Cavagna.

O homem foi autuado em flagrante pela prática do crime de receptação e após pagar a fiança fixada pela polícia no valor de R$ 6 mil, foi colocado em liberdade. O veículo furtado foi restituído à vítima.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!