Polícia Civil identifica assaltante morto em troca de tiros na cidade de Batayporã

Comparsa que dirigia o caminhão está sendo procurado

Da Redação


Dando continuidade às diligências para a captura do comparsa e outros possíveis integrantes que assaltaram um caminhão guincho na cidade de Batayporã, a Polícia Civil identificou o criminoso que tombou durante confronto com policiais da Força Tática do 8º Batalhão de Polícia Militar de Nova Andradina, por volta das 18h10 desta sexta-feira (27). 

|Leia também

| Assaltante morre após troca de tiros com policiais da Força Tática em Batayporã

 

Jeferson da Silva Lima de 21 anos, mais conhecido como “Tiririca”, chegou a ser socorrido ao Hospital Regional, mas acabou falecendo após dar entrada na unidade.

O enfrentamento ocorreu após equipe policial ser acionada por ciclistas que passavam pela estrada conhecida como “Olaria”, que fica entre Nova Andradina e Batayporã, por uma estrada vicinal que dá acesso a Cerâmica Isabela e a MS-473 que segue sentido a Taquarussu.

Ao chegar próximo do local, em um cruzamento que dá acesso a via MS-276, trecho que liga Batayporã ao trevo da MS-473 (FrigoBras) a equipe visualizou o caminhão guincho, que, com a aproximação da viatura, o condutor abandonou o veículo e fugiu por uma mata. Buscas foram realizadas, mas o suspeito não foi localizado.

Arma de fogo, bebida alcoólica, martelo, corda, chinelo e roupas apreendidas em poder dos bandidos - Foto: Jornal da NovaNo local indicado pelos ciclistas onde aconteceu o cárcere privado, os policiais foram recebidos a tiros, que foram revidados e acabou atingindo “Tiririca”, a vítima, de 49 anos, saiu ilesa e foi resgatada pelos militares. Enquanto isso, a própria equipe encaminhou o bandido ferido até a unidade hospitalar em Nova Andradina, onde não resistiu.

No cativeiro foi apreendido corda, chileno, um revólver com munições intactas e defladrada, martelo, roupas e uma embalagem com bebida alcoólica, onde o motorista do guincho foi obrigado a ingerir.

Conforme apurou a reportagem do Jornal da Nova, o criminoso possuía passagens pelo sistema prisional, pela prática de crimes de violência doméstica.  

Equipes da Polícia Civil, coordenadas pelo Delegado Titular de Batayporã, Dr. Rafael Carvalho estiveram no local do crime, bem como a Perícia Criminal de Nova Andradina, que periciou o local e caminhão da vítima.

Investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) trabalham no caso para identificar o comparsa e outros possíveis autores do crime.

Caminhão da vítima recuperado - Foto: Jornal da Nova

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!