• Paraíso17

Ex-assessor de Mandetta é encontrado morto em apartamento na Capital

Francisco de Arruda Cangussu, o Kiko Cangussu foi encontrado caído na cozinha do seu apartamento
Campo Grande News / Imagens: Divulgação
31/03/2020 07h55

O advogado e blogueiro Francisco de Arruda Cangussu, de 62 anos, também conhecido como Kiko Cangussu foi encontrado morto em seu apartamento no Centro da Capital, por volta das 19h30 desta segunda-feira (30). Kiko foi assessor parlamentar do Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta quando ele ainda era deputado federal por Mato Grosso do Sul.

 

A suspeita da família é de que o advogado tenha sofrido um infarto. Francisco não era visto desde o início desta tarde. Desconfiado da situação, o seu irmão, Paulo Cangussu foi até o edifício do advogado e se deparou com a porta trancada.

 

Depois de muita insistência para que a porta fosse aberta, ele entrou em contato com o filho do advogado, Luiz Guilherme Cangussu, que em seguida esteve no local e abriu o apartamento.

 

“O ventilador, televisão e computador estavam todos ligados quando o encontramos. Acreditamos que ele tenha tido um infarto, ele estava caído na cozinha”, comenta Paulo que é empresário.

 

No último domingo (29), Kiko fez uma postagem no Facebook dizendo que estava com sinusite e tinha receio da doença ser um dos sintomas de coronavírus, uma hipótese que o empresário acha pouco provável. “Ele não tinha nenhum problema de saúde a não ser a sinusite”, completa.

 

A família ainda aguarda a liberação do corpo no IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) para definir um local do velório e sepultamento do advogado.



Comunicar erro




VEJA MAIS