• Paraíso17

Secretaria de Saúde presta contas das ações de combate à Covid-19

Prestação de contas foi realizada ao Conselho Municipal de Saúde
Ascom/PMB / Imagens: PMB/Divulgação
01/08/2020 11h00

Membros do Conselho Municipal de Saúde de Batayporã se reuniram nesta semana para avaliar contas e planejar ações para a saúde pública do município. Assuntos como as medidas e recursos investidos para prevenir e combater a pandemia em face da Covid-19 pautaram parte da reunião.

 

Durante o encontro, a titular da Secretaria Municipal de Saúde, Marcela Leite, prestou contas sobre os recursos advindos para o enfrentamento do novo coronavírus, que até o momento somam o montante de R$ 974.908,30.

 

Segundo a Gestora, o recurso foi investido com as diversas ações que a Secretaria tem desenvolvido nesse período de pandemia, como a contratação de profissionais para atuar no Centro de Triagem, aluguel de tenda para comportar o Centro de Triagem, aquisição de testes rápidos e materiais hospitalares, entre outros.

 

Marcela ressaltou que as informações sobre gestão dos recursos públicos relacionados à pandemia encontram-se no Portal de Transparência da Prefeitura de Batayporã, com link específico “Covid-19”.

 

“Com essa ferramenta, formatada de maneira bastante clara e objetiva, de modo a ser de fácil compreensão por toda a população, a própria sociedade poderá atuar no controle das prestações de contas dos recursos e, a partir disso cobrar dos gestores mais transparência no gerenciamento dos recursos públicos”, afirmou a Secretária.

 

A Gestora em Saúde ainda destacou que uma série de medidas estão sendo tomadas a fim de assegurar o afastamento social, conforme orientam a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e a Organização Mundial da Saúde (OMS).  “A manutenção do isolamento social segue como método mais eficaz na prevenção à pandemia”, ratificou.

 

Mesmo tendo as atenções voltadas à pandemia, os conselheiros cobraram informações relacionadas ao combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus. Ocasião em que o conselheiro e Coordenador Municipal de Vigilância Sanitária, Anderson Tolotti, apresentou um relatório com todas as ações realizadas nesse ano e o cronograma a ser executado.

 

“O período de quarentena em virtude do novo coronavírus é o momento ideal para também se prevenir da dengue. Geralmente as pessoas diziam que não cuidavam do próprio imóvel por falta de tempo. Agora, considerando a quarentena, esse argumento cai por terra. É hora de agir e cuidar de casa, fazendo dela um ambiente seguro”, pontuou Tolotti.

 

Cabe ressaltar que os Conselhos de Saúde têm competência legal de definir a política de saúde local. Conforme o artigo 2º, da Lei 8142/90, que regula as entidades: “O Conselho de Saúde, em caráter permanente e deliberativo, [...] atua na formulação de estratégias e no controle da execução da política de saúde na instância correspondente, inclusive nos aspectos econômicos e financeiros, cujas decisões serão homologadas pelo chefe do poder legalmente constituído em cada esfera do governo”.



Comunicar erro




VEJA MAIS