Covid-19: Nova Andradina tem 74 pessoas ativas com a doença

Leitos da UTI Covid-19 do Hospital Regional estão todos ocupados
Da Redação / Imagens: Arquivo/Governo do MS
13/01/2021 13h29

Nesta quarta-feira (7), a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Andradina informa que há 985 casos confirmados da Covid-19, com 74 ativos com a doença. Destes, há o registro de 889 de pessoas recuperadas e 22 óbitos confirmados.

 

No município, há 170 casos suspeitos, sendo 34 aguardando exames laboratoriais e 136 por sintomas gripais, mas não se enquadra nos critérios para exame segundo Nota Técnica de orientação da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

 

Desde o início da pandemia 4.907 pessoas foram testadas no município. Na cidade tem 244 pessoas em monitoramento.

 

Nova Casa Verde

29 casos confirmados, 27 curados, três em isolamento e dois óbitos.

 

Hospital Regional

A UTI (Unidade Terapia Intensiva) Geral do Hospital Regional tem capacidade para 10 pacientes, hoje está ocupada com seis pacientes, sendo quatro usando ventilação mecânica.

 

Já a UTI Covid-19, com capacidade para oito internações, está com oito leitos ocupados, sendo sete em uso de ventilação mecânica. Dos 16 leitos clínicos Covid-19, quatro estão ocupados.

 

Batayporã

Em Batayporã, tem 347 casos confirmados para Covid-19, 26 ativos com a doença, 333 finalizaram a quarentena, sete entraram em óbito, 29 estão em investigação e 694 foram descartados.

 

*Mato Grosso do Sul

O boletim epidemiológico do Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Estado de Saúde, mostra um intenso avanço na propagação do coronavírus em todo o Estado. Em apenas 24 horas, 1.095 exames deram positivos, enquanto que 22 pessoas morreram pela doença em Mato Grosso do Sul, sendo que apenas 10 foram só na Capital.

 

Com isso, considerando desde o início da pandemia até agora, o Estado registra 146.143 casos confirmados e 2.609 óbitos. “As pessoas estão procurando as unidades de saúde em estado tardio, estamos pedindo para procurar ajuda médica o quanto antes. A média móvel de óbitos, dos últimos 7 dias, soma 21,4 casos”, salienta o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

 

Com este crescimento exponencial, a rede hospitalar apresenta um preocupante comprometimento no número de leitos, isso porque, em tratamento, 647 pessoas estão hospitalizadas. “Nós não podemos negar a doença, dizer que não existe. Temos onze crianças internadas”, afirma a secretária-adjunta da SES, Christine Maymone.

 

Dos internados, 349 estão em leitos clínicos, sendo 214 na rede pública e 135 na rede privada. Os casos mais graves resultam em 298 internados em UTI, sendo que 221 estão na rede pública e 77 na rede privada.

 

Com isso, hoje a macrorregião de Campo Grande registra uma ocupação de leitos UTI/SUS, de 90%, enquanto que em Dourados, de 81%, em Três Lagoas, de 61% e em Corumbá, de 71%.

 

Além disso, dos casos ativos 12.745 pessoas estão em isolamento domiciliar. Recuperados e sem sintomas 130.142 pessoas, de acordo com a SES. *Com SES



Comunicar erro




VEJA MAIS