Vereadores criticam forma como Executivo em Nova Andradina responde indicações

Parlamentares se dizem decepcionados com as respostas enviadas pela Prefeitura
Da Redação / Imagens: Arquivo/CMNA/Divulgação
07/04/2021 16h11
O vereador Josenildo Ceará (PT) / Imagens: Arquivo/CMNA/Divulgação

Durante a sessão da Câmara Municipal realizada na terça-feira (6), o vereador Josenildo Ceará (PT) traduziu um sentimento comum aos vereadores de Nova Andradina: o descontentamento com a forma como o Executivo lida com as indicações apresentadas pelo Parlamento.

 

A indicação é uma ferramenta legislativa utilizada para encaminhar ao Executivo solicitações dos vereadores, a maior parte delas baseadas em reclamações e anseios da população. Após apresentadas em sessão, são enviadas à Prefeitura para análise dos departamentos competentes.

 

“Outro dia, a vereadora Gabriela Delgado [PSB] lamentou uma resposta e reiterou. Isso mostra, na minha opinião, o desrespeito do Executivo para com essa Casa. Das inúmeras indicações que fiz, fui atendida em uma. Já as outras são as mesmas respostas: estamos efetuando estudos”, lastimou.

 

Em relação aos requerimentos, Ceará afirmou que há uma “situação pior ainda”. “Alguém nos liga e diz: ‘não tem nada de errado lá não, fique tranquilo’. Então mande a resposta pra cá e pronto. É simples. O vereador está requerendo, cumpra o prazo e mande a resposta”, asseverou.

E por falar em respostas, o parlamentar também criticou ofício enviado pela Prefeitura de Nova Andradina, em que o Executivo municipal comunica à Câmara que não apresentará, neste momento, projeto de revisão salarial dos servidores municipais por motivos de prudência.

 

“Que prudência é essa que pra alguns da FG de 40 por cento. Essa é a pergunta que eu deixo pro Executivo. Não foi uma vez, foi pelo menos duas que eu vi no diário oficial FG de 40 por cento dado para servidores comissionados e a última foi na semana que passou”, indagou Josenildo.



Comunicar erro




VEJA MAIS