Polícia Ambiental e Federal realizam operação na região onde uma-onça pintada foi encontrada morta por tiro

Da Redação / Imagens: PMA/Divulgação
01/05/2021 19h00

Policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) e da Polícia Federal de Corumbá saíram na madrugada de ontem (30) em uma operação de fiscalização ambiental, visando especialmente a realizar diligências na região onde foi encontrada uma onça-pintada morta por disparo de arma de fogo, para averiguação de caça ilegal, mas também de outros crimes ambientais.

 

Os policiais chegaram a ir ao local em que está a carcaça do animal, à cerca de quatro metros da margem do rio Paraguai, nas proximidades da foz do rio São Lourenço, a aproximadamente 240 km da cidade de Corumbá. Os federais recolheram um projétil de arma de fogo encontrado na carcaça da onça para a investigação da caça ao animal, que pelo estado de decomposição estaria ali há vários dias.

 

Serão executadas investigações sobre a autoria da caça desta onça, contudo, a PMA calcula que existe também uma hipótese de o bicho ter sido alvejado por pessoas inescrupulosas que passavam em uma embarcação, como infelizmente acontece até com alguns motoristas inescrupulosos, que param veículo e atiram em animais às margens de rodovias, por pura maldade.

 

De qualquer forma, os policias ficam na região, que é muito distante do perímetro urbano, realizando investigação na tentativa de chegar a autoria do abate deste animal, mas também para fiscalizar e investigar outros crimes ambientais, como pesca predatória e demais crimes contra a fauna e flora.



Comunicar erro




VEJA MAIS