Preferido pelo MDB, André pede 3 meses para definir se será candidato

Ex-governador deu prazo até dia 30 de setembro para definir se vai se lançar ao governo no ano que vem
Campo Grande News / Imagens: Gabriela Couto
23/06/2021 19h00
Na saída da reunião, o ex-governador André Puccinelli (MDB) cumprimenta o deputado estadual Renato Câmara (MDB) / Imagens: Gabriela Couto

A primeira pesquisa interna do MDB animou os integrantes do partido sobre a possibilidade do ex-governador André Puccinelli voltar a vencer as eleições em Mato Grosso do Sul. Os integrantes do diretório saíram otimistas com os dados e ganharam mais um argumento para tentar convencer o cacique do partido a disputar o governo do Estado nas eleições de 2022.

 

O encontro realizado no final da manhã desta quarta-feira (23) reuniu os principais políticos do partido no Estado já pensando na disputa do ano que vem, destacou o presidente do Diretório Municipal do MDB, Ulisses Rocha.

 

Segundo o MDB, o partido acredita que o ex-governador teria apenas competitividade na Capital se enfrentasse o prefeito Marquinhos Trad (PSD).

 

Outro ponto que os integrantes apostam é na aceitação do candidato do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), que hoje é o secretário de Infraestrutura Eduardo Riedel.

 Com pesquisa em mãos diretório se reuniu na sede do MDB para ver resultado do partido com seus principais candidatos nas Eleições de 2022 - Foto Gabriela Couto

O MDB levou em conta até mesmo o ex-prefeito de Costa Rica, Waldeli Rosa (MDB), que também tenta se viabilizar internamente no partido para disputar o governo e da senadora Simone Tebet (MDB). Mas segue firme apostando em André.

 

Já Puccinelli aguardada uma pesquisa qualitativa que foi solicitada pelo MDB nacional. A meta é conseguir insistir e convencer André a se lançar como candidato ao governo do Estado até o dia 30 de setembro deste ano.

 

"No momento só depende da minha vontade", afirmou o ex-governador. Os correligionários apostam na motivação que ele tem em gostar de trabalhar e no amor pelo Estado para conseguir ter o nome de Puccinelli nas urnas em 2022.



Comunicar erro




VEJA MAIS