Em Dourados, Defron prende protético por tráfico de drogas

Da Redação / Imagens: Defron/Divulgação
21/07/2021 07h10

Um protético, de 29 anos, foi flagrado com 46 quilos de skunk, que estavam armazenados na sua residência em Dourados e R$ 3 mil na carteira. Ação policial aconteceu na noite desta terça-feira (20), por investigadores da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira).

 

Sem passagens policiais, o rapaz contou aos policiais que em razão do “lucro fácil”, acabou por se enveredar no tráfico de drogas. Com ele também foi encontrada uma arma de fogo municiada e também um veículo.

 

O protético foi preso no Jardim Bonanza e relatou que usa o revólver calibre 38 para se proteger e evitar que pessoas roubassem a droga que ele traficava e prejudicasse o seu negócio.

 

Segundo a polícia, o skunk é comercializado a R$ 1,5 mil o quilo e nos grandes centros, o preço pode chegar até a R$ 8 mil.

 

O indivíduo foi preso em flagrante por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo.



Comunicar erro




VEJA MAIS