Os 4 livros da Igreja de Jesus Cristo

*Wilson Aquino
14/09/2021 19h00

Desde o princípio Deus ordenou a Seus profetas que mantivessem registros de suas revelações e de sua interação com Seus filhos. Ele também ordenou: “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te” (Dt. 6:6-7).

 

A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias aceita quatro livros como Escrituras: A Bíblia, o Livro de Mórmon, Doutrina e Convênios e Pérola de Grande Valor. Esses livros são chamados de obras-padrões da igreja. As palavras inspiradas dos profetas vivos também são aceitas como Escritura.

 

A Bíblia, como a maioria das pessoas do mundo conhece, é uma coleção de escritos sagrados que contém revelações de Deus aos homens. Esses escritos abrangem muitos séculos, desde os tempos de Adão até a época em que os Apóstolos de Jesus Cristo viveram. Essas revelações foram escritas por muitos profetas que viveram em épocas diferentes da história do mundo.

 

O Livro de Mórmon é um registro sagrado de algumas pessoas que viveram nos continentes americanos entre aproximadamente 2000 A.C. e 400 D.C.. Ele contém a plenitude do Evangelho de Jesus Cristo e fala sobre a visita Dele ao povo das Américas logo após Sua ressurreição.

 

Joseph Smith traduziu o Livro de Mórmon em 1830 e foi escrito para os nossos dias, pois nos ensina como nos prepararmos para a Segunda Vinda.

 

O Livro de Mórmon nos ensina a verdade e presta testemunho de Jesus Cristo. Mas há algo mais. Existe um poder no livro que começa a fluir para nossa vida no momento em que iniciamos um estudo sério de seu conteúdo.

 

Descobrimos mais força para resistir à tentação; passa a ser-nos possível evitar que sejamos enganados e encontramos força para permanecer no caminho estreito e apertado.

 

Doutrina & Convênios é uma coleção de revelações modernas. Na Seção 1 do livro, o Senhor diz que ele foi publicado para os habitantes da Terra, a fim de prepará-los para a Segunda Vida: “Portanto a voz do Senhor chega aos confins da Terra, para que ouçam os que quiserem ouvir: Preparai-vos, preparai-vos para o que está por vir, porque o Senhor está perto” (D&C 1:11-12).

 

Esse livro contém também as revelações sobre a Igreja de Jesus Cristo conforme foi restaurado nestes últimos dias. Diversas seções do livro explicam a organização da igreja e definem os ofícios do Sacerdócio e suas funções.

 

Outras seções, tais como as seções 76 e 88, contém verdades gloriosas que ficaram perdidas para o mundo por centenas de anos. Outros ainda, como as seções 29 e 93 esclarecem os ensinamentos da Bíblia. Além disso, algumas seções como a 133, contém profecias de acontecimentos ainda por vir.

 

Deus nos ordenou que estudássemos as revelações deste livro: “Examinai estes mandamentos, porque são verdadeiros e fiéis; e as profecias e promessas nele contidas serão todas cumpridas” (D&C 1:37).

 

A Pérola de Grande Valor contém o Livro de Moisés, o Livro de Abraão, e alguns escritos inspirados por Joseph Smith. O Livro de Moisés contém uma narrativa de algumas visões e dos escritos de Moisés, revelados ao profeta Joseph Smith.

 

Ele esclarece doutrinas e ensinamentos da Bíblia que se haviam perdido e nos dá informações adicionais concernentes à criação da Terra.

 

O Livro de Abraão foi traduzido pelo profeta Joseph Smith de rolos de papiros tirados de catacumbas egípcias. Esse livro contém valiosas informações sobre a Criação, o Evangelho, a Natureza de Deus e o Sacerdócio.

 

Além desses quatro livros de Escrituras, as palavras inspiradas dos profetas vivos tornam-se escrituras para os membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Suas palavras chegam até os membros por intermédio das conferências, das revistas A Liahona ou Ensign e instrução dos líderes locais do sacerdócio.

 

E para que ninguém duvide de que esses quatro livros são sagrados, é oportuno trazer à tona que a própria Bíblia menciona escrituras que não possuímos hoje, pois são consideradas “perdidas”. Entre elas, destacamos: “O Livro do Convênio” (Ex. 24:7), O Livro das Guerras do Senhor (Num. 21:14), O Livro de Jasher (Jos. 10:13, II Sam. 1:18), Livro dos Atos de Salomão (I Re. 11:41), Samuel, o Vidente (I Cron. 29:29), Natã, o Profeta (II Cron. 9:29), Semaias, o Profeta (II Cron. 12:15), Ido, o Profeta (II Cron. 20:34), Os Livros dos Videntes (II Cron. 33:19), Enoque (Jud. 1:14).

 

“Cremos em tudo o que Deus revelou, em tudo o que Ele revela agora e cremos que Ele ainda revelará muitas coisas grandiosas e importantes, relativas ao Reino de Deus” (Regras de Fé 1:9 – de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias)

 

*Jornalista e Professor (Com informações do Livro “Princípios do Evangelho” e do Livro de Mórmon.

Este texto, não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal da Nova



Comunicar erro




VEJA MAIS