Em Nova Andradina, comandante desafia cidadão a dizer que não teve ligações atendidas pela PM

Policial preferiu atacar imprensa a dar explicações sobre o porquê cidadã ficou sem atendimento ao solicitar policiamento via 190
Da Redação / Imagens: Arquivo/Jornal da Nova
21/06/2022 13h18
8º Batalhão de Polícia Militar / Imagens: Arquivo/Jornal da Nova

Em entrevista à Rádio Massa FM, o comandante da Polícia Militar, José Roberto, desafiou todos os moradores de Nova Andradina. Na avaliação do servidor público, é impossível que haja ao menos um registro de que algum telefonema via 190 tenha deixado de ser atendido.

 

Leia também

| Mulher tem residência arrombada e furtada, mas ao solicitar socorro pelo 190 ficou sem atendimento

 

As declarações do militar ocorreram logo após o Jornal da Nova divulgar notícia em que uma cidadã se queixou justamente pelo fato de não ter as suas ligações atendidas, quando necessitou da força de segurança em virtude de arrombamento e furto em sua residência.

 

Na ocasião, os apresentadores do programa chegaram a rir quando o comandante citou o referido caso.

 

Confira o áudio abaixo:

Acontece que, a vítima, ao chegar em casa, após uma noite de trabalho, encontrou o local todo revirado, pois ladrões até então não identificados, arrombaram a porta e furtaram um notebook, roupas, bolsa e alimentos levaram tudo que ela tinha. Posteriormente, em um terreno baldio, ele encontrou o equipamento informático.

 

Ela conta que assim que chegou ligou no 190 da Polícia Militar por várias vezes, mas ninguém atendeu as ligações. “A hora que a gente mais precisa, a polícia não nos atende”, disse.

 

Segue abaixo os registros para o 190 e também quando conseguiu falar na Delegacia de Polícia Civil.

 Regristros feitos pela vítima no 190 da Polícia Militar no dia dos fatos - Foto: Reprodução

O Jornal da Nova repudia as falas do comandante nos microfones da rádio citada acima, uma vez que não soltou nenhum “Fake News” como ele atribuiu ao Jornal da Nova, pois foi o único meio de imprensa que noticiou o fato. Além disso, chamou a cidadã de mentirosa ao falar que não houve o crime.

 

O Jornal da Nova apurou que houve o fato, como mostram as imagens da reportagem e os registros telefônicos da vítima no dia dos fatos, portanto, a matéria é verdadeira.

 Porta da casa da vítima arrombada pelos ladrões - Foto: WhatsApp/Jornal da Nova

OAB

Tais fatos foram levados ao conhecimento do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) da 7ª Subseção de Nova Andradina por advogados pedindo apurações das denúncias, e que fosse comunicado ao Conselho de Segurança para as devidas providências, apurações e cobranças.  

 

População

Nas redes sociais, muitos munícipes de Nova Andradina reclamam do atendimento do 190, basta pesquisar nas matérias policiais publicadas pelo Jornal da Nova.

 

Os ataques gratuitos feitos em órgãos de imprensa da cidade pelo comandante da Polícia Militar, não condiz com a realidade, a imprensa é livre, tem que trabalhar de forma igualitária, e o Jornal da Nova não irá se calar, enquanto houver irregularidades, se há denúncias, tem que ser apuradas.

 

“Liberdade de imprensa é a capacidade de um indivíduo de publicar e dispor de acesso a informação, através de meios de comunicação em massa, sem interferência do estado”. 



Comunicar erro




VEJA MAIS