Coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher realiza ações contra o Assédio Moral e Sexual no Trabalho

Mês de maio e início de junho foram marcados por ações de orientação sobre o assédio moral e sexual no ambiente de trabalho

Cogecom


A Coordenadoria de Políticas Públicas para a Mulher, chefiada pela pasta da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, promoveu ao longo do mês de maio uma série de ações visando o combate ao assédio moral e sexual no ambiente de trabalho. As atividades incluíram rodas de conversa, orientações e panfletagem, além de palestras ministradas em diferentes locais do município.

Durante o período, funcionárias da Prefeitura de Nova Andradina participaram de rodas de conversa que abordaram a temática do assédio moral e sexual. Essas atividades tiveram como objetivo informar, orientar e conscientizar as trabalhadoras sobre seus direitos e os canais de denúncia disponíveis.

Além disso, a Coordenadoria realizou palestras em diversos locais, entre eles o Centro Integrado de Atendimento ao Trabalhador (Ciat), a AABB comunidade, a usina Santa Helena, o Centro Municipal da Juventude Olívio Paro Dan, o SCFV do Horto Florestal, os grupos do CRAS Durval Andrade Filho e Irman Ribeiro, a Banda Municipal Getúlio Vargas, bem como para funcionárias e mães da Casa Verde.

 

Foi estendida, ainda, a abordagem do tema às crianças e adolescentes, com o objetivo de ressaltar a relevância de valorizar e salvaguardar as mulheres. As palestras enfocaram a igualdade de gênero e reafirmaram que as mulheres têm o direito de ocupar qualquer posição ou seguir quaisquer trajetórias profissionais, respeitando suas escolhas individuais.

A Coordenadoria também valorizou a importância do trabalho com homens e meninos na luta contra o assédio e a construção de uma sociedade mais igualitária. O grupo reflexivo "Dialogando Igualdade - Homens em Movimento", coordenado pela Psicóloga Seyni Vital Batista e pelo Professor Marcílio Caetano, busca abordar a masculinidade e desconstruir padrões de comportamento relacionados ao patriarcado, machismo e sexismo.

O assédio moral é caracterizado pela exposição repetitiva e prolongada de indivíduos a situações humilhantes e constrangedoras no ambiente de trabalho, afetando sua integridade e saúde. Já o assédio sexual se refere a condutas indesejadas de natureza sexual que ocorrem no contexto profissional.

 

Ambos os tipos de assédio podem acarretar uma série de consequências prejudiciais à saúde física e mental das vítimas. Entre elas, destacam-se a depressão, angústia, estresse, alterações no sono, isolamento social, problemas de relacionamento, aumento de peso ou emagrecimento excessivo, e até mesmo pensamentos suicidas.

As palestras foram conduzidas por profissionais qualificadas, como a Psicóloga Suélen Mazieri Lhamas, além de contarem com a participação da Coordenadora de Políticas Públicas para Mulher, Arlethe Matos, e da advogada Jéssica Ferranti.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!