Para fomentar novos investimentos, Eduardo Riedel anuncia entrada de MS no BRDE

Durante o evento, o governador citou que o Estado tem uma carteira de investimentos privados na ordem de R$ 58 bilhões

Leonardo Rocha, Governo de MS


Durante reunião do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul), em Porto Alegre, o governador Eduardo Riedel anunciou que Mato Grosso do Sul fará parte do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul), inclusive fazendo aporte de recursos no banco. Isto vai permitir que empreendedores do Estado possam fazer financiamentos na instituição financeira, promovendo novos investimentos.

“Mato Grosso do Sul passará a fazer parte do BRDE aportando recursos, para que estes retornem ao setor produtivo que vai tomá-lo para poder desenvolver o nosso Estado. Nossa entrada foi deliberada por unanimidade pelos governadores do Sul. Agora começa a discussão mais técnica entre o banco e o Estado, para que sejam definidos os detalhes”, afirmou o governador.

O BRDE foi fundado pelos estados da região Sul, sendo uma instituição financeira pública de fomento e apoio a projetos de desenvolvimento, para aumentar a competitividade de empreendimentos de todos os portes. Ele é uma referência em financiamento de longo prazo no País. É administrado pelos estados do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina.

“Vai ser formado um grupo de trabalho que junto com nossa equipe possa discutir valores e linhas de ação. Esta participação já está sendo construída ao longo do tempo. Uma decisão que tinha sido tomada desde que Mato Grosso do Sul entrou no Codesul”, completou Riedel.

 Participaram do evento também os secretários de MS Pedro Arlei Caravina (Governo e Gestão Estratégica) e Hélio Daher (Educação), entre outras autoridades - Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Durante o evento, o governador citou que o Estado tem uma carteira de investimentos privados na ordem de R$ 58 bilhões, em diferentes áreas de desenvolvimento. “Boa parte deste volume de recursos vem inclusive das cooperativas da região Sul”, revelou.

Encontro

O governador agradeceu a recepção e a acolhida que teve na reunião do Codesul. “Mato Grosso do Sul está à disposição para somar com este time. Nós também fazemos parte do Consórcio Brasil Central, mas estamos no Codesul há mais tempo, com uma parceria madura. Nossa expectativa é que esta união de esforços traga resultados concretos para nossa gente”.

Ainda ponderou que o bloco tem não apenas características regionais, mas também afinidades culturais. “Nos sentimos absolutamente à vontade em participar do bloco, que sem dúvida vai ajudar muito Mato Grosso do Sul”.

Na pauta esteve assuntos como planejamento do bloco até 2040, medidas de mitigação dos efeitos pandêmicos no nível de aprendizagem, projetos de infraestrutura e logística enviados ao Governo Federal e temas como vigilância sanitária (Influencia Aviária). Além de Riedel, participaram da reunião os governadores Eduardo Leite (Rio Grande do Sul), Ratinho Júnior (Paraná) e Jorginho Mello (Santa Catarina). 

 Codesul é formado pelos governadores dos estados da região Sul e por MS - Foto: Eduardo Valente SECOM/SC

O Codesul foi fundado em 1961, a partir de convênio entre os Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. No ano de 1992, Mato Grosso do Sul também aderiu ao Conselho. Ele foi planejado para colaborar com o crescimento e encontrar alternativas aos desequilíbrios regionais.

Participaram do evento também os secretários de Mato Grosso do Sul Pedro Arlei Caravina (Governo e Gestão Estratégica) e Hélio Daher (Educação), entre outras autoridades.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!