Prazo termina com mais de 97% dos rebanhos cadastrados em MS

Paulo Fernandes, Governo de MS


O prazo para a Atualização Cadastral e Declaração Semestral de Rebanhos em Mato Grosso do Sul terminou na sexta-feira (30) com a adesão de quase todos os produtores. No Pantanal, 97,81% dos rebanhos foram declarados e, no Planalto, o índice foi de 97,99%.

A declaração é obrigatória para criadores de bovinos e de outros animais como galinha, galinha-d'angola, ganso, marreco, pato, peru, ratitas, perdiz, aves não destinadas à produção de carne ou ovos (ornamentais/silvestres), codorna, suíno, caprino, ovino, equino, asinino, muar, abelha, bicho da seda e animais aquáticos.

Quem não realizou a Atualização Cadastral e a Declaração Semestral de Rebanhos dentro do prazo estabelecido pode ter a propriedade bloqueada e sofrerá a suspensão da emissão de Guia de Trânsito Animal para o trânsito de animais. Além disso, estará sujeito a aplicação de penalidades previstas em legislação.

O diretor-presidente da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Daniel Ingold, destacou a importância da declaração. “Se não for feito, vai receber multa que é de 100 Uferms, que hoje corresponde a R$ 4,8 mil. Contamos com o produtor rural para a liberação do Estado de Mato Grosso do Sul para caminhar para o status sanitário de livre de aftosa sem vacinação", disse.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!