'Carrão' dá dois pipoco em 'Tuta' em Costa Rica


André Sérgio dos Santos Carrão,  28 anos, deu dois tiros de garrucha calibre 22 em Claudecir Caldeira dos Santos, 42 anos, mais conhecido por “Tuta”, porque ele se recusou a usar crack. O caso aconteceu na noite de sábado no lixão, próximo ao Vale do Amanhecer, em Costa Rica.

 

Segundo relatou “Tuta” a polícia, ele estava na Rua Domingos Afonso Amorim, no Vale do Amanhecer, quando apareceu Carrão, que o convidou para irem juntos até o lixão. Quando lá chegaram, Carrão retirou do bolso algumas “paradinhas” de crack, começou a usar e disse que era para “Tuta” também consumir a droga.

 

“Eu disse que não era drogado, daí ele sacou a garrucha e disse que se eu não fumasse o crack, iria morrer. Como eu não usei a droga ele me deu dois tiros. Só não me acertou porque eu deitei”, afirma “Tuta” que com medo do Carrão correu para uma boate, sendo seguido por ele.

 

“Tuta” chamou a polícia militar, que com o apoio da polícia civil, compareceu ao local e prendeu Carrão em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

 

“Porte de Arma é crime afiançável, mas não arbitrei nenhum valor porque o André estava cumprindo regime prisional semi-aberto”, esclarece o delegado da polícia civil Cleverson Alves dos Santos.

 

André Carrão já tem inúmeras passagens pela polícia, inclusive por tráfico de drogas.

(Com informações Costa Rica em Foco)

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!