Comerciante de Maringá é preso acusado de vender produtos roubados na internet


Um comerciante maringaense foi preso na manhã desta terça-feira (2) acusado de receptação de equipamentos e acessórios de áudio roubados de uma empresa de São Paulo. Clébio Cesar Tinelli, 32 anos, negociava as mercadorias em um site de compra e vendas na internet e foi descoberto por investigadores do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) da Polícia Civil de São Paulo com apoio dos policiais da 9ª Subdivisão Policial (SDP) de Maringá.

Tinelli é proprietário de uma loja de celulares na Avenida Brasil, na Zona 4, e foi preso em sua residência no Conjunto Alphaville, em Sarandi (a 12km de Maringá). Na casa do acusado os policiais encontraram parte das mercadorias roubadas da empresa Allora Comércio e Industria, instalada no município de Cajamar, na Grande São Paulo. O roubo ocorreu em 3 de março de 2010. Os ladrões invadiram a empresa durante à noite e levaram cerca de 45 mil itens.

Sem conseguir solucionar o roubo, a Polícia Civil de São Paulo passou o caso para o Deic que, através de um trabalho amplo de investigação, descobriu acessórios e equipamentos com as mesmas características dos roubados à venda em um site de negócios na internet. Os produtos eram oferecidos a preços abaixo do custo o que levantou suspeitas. Os investigadores então entraram em contato com os administradores do site e descobriram que o vendedor era Tinelli.

Na manhã desta terça-feira, um investigador do Deic e policiais da 9ªSDP estiveram na casa e na loja do acusado onde foram localizadas cerca de 10% das mercadorias roubadas da empresa paulista. Os policiais encontraram também pneus e faróis automotivos sem nota fiscal na residência de Tinelli.

O acusado disse à reportagem que havia comprado os equipamentos e acessórios de áudio de um desconhecido em São Paulo há cerca de cinco meses. Ele contou ainda ter pago R$ 15 mil pela mercadoria. Tinelli, que está detido na Delegacia de Maringá, irá responder por receptação qualificada.

(Com informações O Diário) 

  

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!