Ministério da Agricultura repassa R$ 16 milhões para MS

Assessoria


O Mato Grosso do Sul vai receber R$ 16,6 milhões para investir em melhorias na estrutura de vigilância sanitária neste ano. O senador Antonio Russo (PR-MS) e parlamentares da bancada federal acompanharam o governador do estado, André Puccinelli (PMDB), na assinatura do convênio que ocorreu nesta quarta-feira (3), no Ministério da Agricultura, com a presença do ministro Wagner Rossi.

O senador destacou que o Mato Grosso do Sul é uma referência na defesa da sanidade animal. Ele disse que o MS é o segundo Estado brasileiro em rebanho e o primeiro em qualidade genética. “A assinatura desse convênio e a liberação imediata do recurso é um reconhecimento a atuação do governo estadual e, especialmente da Seprotur”, afirmou.

Para o governador André Puccinelli a verba federal, juntamente com o recurso estadual, vão ajudar a manter Mato Grosso do Sul longe da febre aftosa e de outras das doenças.

Para o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Francisco Jardim, o estado é um modelo na defesa da sanidade.  “As ações em Mato Grosso do Sul são uma referência em relação aos controles realizados pelo ministério”.

O objetivo do convênio é estruturar e manter o Sistema Unificado de Atenção à Saúde Agropecuária (Suasa) para controle, erradicação e prevenção das doenças dos animais. Serão combatidas enfermidades como febre aftosa, peste suína clássica, vaca louca, brucelose e tuberculose, influenza aviária e raiva dos herbívoros, entre outras.

O Ministro Wagner Rossi também aproveitou a reunião para pedir o apoio dos parlamentares da bancada federal na elaboração do Plano Nacional de Pecuária.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!