Na estreia de Roth, Grêmio segura empate com Palmeiras

Terra


Em má fase no Campeonato Brasileiro e longe da briga pelas primeiras colocações da competição, o Grêmio conquistou um bom resultado na noite deste sábado. Na estreia do técnico Celso Roth, a equipe gaúcha conseguiu tirar os 100% do Palmeiras no Estádio do Canindé. Em confronto válido pela 15ª rodada da Série A, as duas equipes ficaram apenas em um empate sem gols, que impediu o time de Luiz Felipe Scolari de se aproximar da liderança.

Com o resultado de igualdade deste final de semana, o Palmeiras chegou aos 27 pontos, seis a menos do que o Flamengo, que bateu o Coritiba por 1 a 0 neste sábado e assumiu provisoriamente a primeira colocação do Brasileiro. Em contrapartida, o Grêmio segue na parte baixa da tabela, com apenas 15 pontos, dois a mais do que o Avaí, o primeiro clube dentro da zona de rebaixamento.

Marcadoras, as duas equipes protagonizaram um primeiro tempo muito tático, e de pouca emoção. Por intermédio das bolas paradas, o Grêmio criou as duas principais oportunidades, com André Lima, que perdeu um gol dentro da pequena área, e Fábio Rochemback, que por pouco não surpreendeu o goleiro Marcos. Já o time de Palestra Itália, por sua vez, sofreu com a forte marcação rival, especialmente nas duas principais estrelas da equipe: o meia chileno Valdivia e o atacante Kleber.

Depois de uma primeira etapa morna, o Palmeiras retornou do intervalo melhor e criou boas oportunidades para abrir o placar no início do tempo complementar. Entretanto, com problemas de finalização, o time de Palestra Itália parou no goleiro Victor, um dos principais atletas em campo por conta da atuação segura. O Grêmio, por outro lado, recuou, mas quase conseguiu a vitória no contra-ataque. Aos 37min, Leandro teve uma ótima oportunidade à frente de Marcos, mas o pentacampeão evitou a derrota.

Depois do tropeço em casa, o Palmeiras terá um duro compromisso na próxima rodada. No domingo, dia 14, a equipe comandada por Felipão terá pela frente o embalado Vasco, em São Januário, às 16h (de Brasília). Já o Grêmio, que tenta crescer no campeonato com Celso Roth, joga na mesma data, mas às 18h30, contra o Fluminense, no Estádio Olímpico.

 

O jogo

Sem o versátil Luan, suspenso, Luiz Felipe Scolari optou pelo jovem Patrik para ocupar o espaço no meio-campo palmeirense. Com características completamente diferentes do desfalque da noite deste sábado, a revelação do clube de Palestra Itália tentou dividir a armação com Valdivia, mas acabou impedido por conta da forte marcação da equipe de Celso Roth, que manteve o esquema cauteloso de Julinho Camargo com Fábio Rochemback e Gilberto Silva.

Bem organizado dentro de campo e ocupando os espaços, o Grêmio assustou a meta defendida por Marcos aos 5min. Depois de escanteio cobrado pelo lado direito, a bola sobrou para André Lima desviar para fora. Posicionado na segunda trave, o atacante gremista não conseguiu alcançar o desvio, e lamentou a ótima oportunidade.

A chance desperdiçada pelo camisa 99 do clube gaúcho acabou sendo um dos raros momentos ofensivos da primeira etapa. Sem criatividade no meio-campo, especialmente em virtude da atuação apagada de Valdivia, o Palmeiras foi neutralizado pela forte marcação adversária, que impediu o goleiro Victor de ser muito exigido. Somente nas bolas paradas, de Marcos Assunção, o time de Felipão se aproximava do gol.

Entretanto, nas faltas, o Grêmio foi quem quase abriu o marcador. Aos 44min, Fábio Rochemback cobrou a infração da intermediária e quase surpreendeu Marcos. O goleiro palmeirense, adiantado, precisou recuar e se esticar todo para conseguir espalmar para escanteio.

A individualidade palmeirense que faltou na primeira etapa ressurgiu logo aos 5min da segunda etapa. Valdivia, em um raro momento de liberdade, conseguiu invadir a área e chutar de bico, no canto direito de Victor. Para azar do chileno, o goleiro da Seleção Brasileira conseguiu se esticar para evitar a abertura do marcador no Canindé.

O Palmeiras se soltou no início da segunda etapa. Além da oportunidade de Valdivia, o clube de Palestra Itália voltou a inflamar a torcida aos 9min, quando Patrik, até então apagado, acertou um belo voleio e por pouco não marcou o primeiro gol do jogo.

Com uma postura extremamente cautelosa e sem contar com a inspiração do meia Douglas, que teve atuação discreta, o Grêmio caiu de rendimento no segundo tempo; postura que favoreceu ao Palmeiras. Aos 18min, Patrik acertou outro belo chute na meta gremista, mas viu Victor intervir com segurança e afastar o perigo da área gaúcha.

Precisando da vitória para se aproximar da ponta da tabela, o Palmeiras se abriu dentro de campo, e o Grêmio por pouco não aproveitou. Em contra-ataque rápido, aos 37min, André Lima rolou para Leandro, posicionado completamente livre na entrada da área. Habilidoso, o jovem jogador tentou encobrir Marcos, que, tranquilo, evitou o pior para o time alviverde no Canindé.

 

FICHA TÉCNICA

Palmeiras 0 x 0 Grêmio

 

Palmeiras 
Marcos; Cicinho, Henrique, Maurício Ramos e Gerley; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Valdivia e Patrik (Vinicius); Maikon Leite (Dinei) e Kleber. 
Técnico: Luiz Felipe Scolari

 

Grêmio 
Victor; Adilson, Vilson, Rafael Marques e Bruno Colaço; Gilberto Silva, Fábio Rochemback, Lúcio (Escudero) e Douglas (Marquinhos); Leandro (Miralles) e André Lima. 
Técnico: Celso Roth

Cartões Amarelos: 
Palmeiras: Marcos Assunção, Gerley, Henrique e Valdivia 
Grêmio: Vilson, Douglas e Rafael Marques

Árbitro 
Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Local 
Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!