Nova Andradina recebe R$ 800 mil para recuperação de desastres

Assessoria


O município de Nova Andradina recebeu nesta sexta-feira (5) o repasse de R$ 800 mil referentes a recursos que já haviam sido empenhados para reconstrução e recuperação de desastre. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Mato Grosso do Sul (Cedec/MS), que ajudou os municípios na preparação dos processos, tem acompanhado os procedimentos e confirmou a emissão da ordem bancária às 10h19 de sexa feira. Os recursos vêm do Ministério da Integração Nacional diretamente na conta da Prefeitura.

Com o pagamento a Nova Andradina, fica completo o repasse às seis cidades que tiveram a liberação autorizada através de seis portarias assinadas pelo ministro Fernando Bezerra e publicadas no dia 20 de julho. No total são R$ 6,7 milhões.Ao longo desta semana, o Ministério já havia repassado o dinheiro às prefeituras de Selvíria (R$ 450 mil); Batayporã (R$ 1.000.000,00); Anaurilândia (R$ 1.100.000,00); Três Lagoas (R$ 666.639,41); e Naviraí (R$ 900.000,00). No caso dos dois últimos, os valores destinados são parciais, seguindo o plano de trabalho – resta ainda um montante de cerca de R$ 980 mil para Três Lagoas e de mais R$ 900 mil para Naviraí, que completarão o total autorizado para cada um (R$ 1.642.594,74 e R$ 1.800.000,00, respectivamente).

Desastres e reconstrução

Os recursos no montante total de R$ 6,792 milhões são resultantes de empenhos devidos desde o ano passado e que ainda não tinham sido liberados pelo governo federal. O governo estadual, com apoio da bancada federal sul-mato-grossense, vem fazendo gestões desde aquela época para que o dinheiro fosse repassado. No dia 20 de julho, foram publicadas seis portarias autorizando os pagamentos.

O coordenador da Cedec, coronel Ociel Ortiz Elias, informou que ainda faltam ser publicadas portarias de autorização de repasses para Bataguassu e Santa Rita do Pardo. Os dois processos estão em análise pela área técnica da Secretaria Nacional de Defesa Civil, porque os Planos de Trabalho precisam de alguns ajustes. As adequações devem ser feitas pelas Prefeituras, mas a Cedec está prestando auxílio. A Defesa Civil nacional já indicou quais são as complementações necessárias na documentação de Bataguassu, e até a semana que vem as informações já serão enviadas a Brasília. Santa Rita aguarda a orientação sobre quais informações complementares são necessárias.

Todos esses municípios foram vítimas de desastres naturais ocorridos entre setembro e dezembro do ano passado. Chuvas fortes, chuva de granizo, vendavais e inundações causaram prejuízos em moradias, prédios públicos, área rural ou acessos. Por determinação do governador, a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil trabalhou com as prefeituras na elaboração de toda a documentação e montagem dos processos para pedir à Secretaria Nacional de Defesa Civil o reconhecimento de Situação de Emergência, e pleitear recursos para reconstrução.

Além de auxiliar nos processos de pedido de recursos financeiros, o governo do Estado prestou assistência aos municípios nas necessidades emergenciais. A Cedec enviou kits dormitórios, cestas básicas e telhas para auxiliar as necessidades primordiais da população mais atingida.

  

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!