Chuva deve persistir e Defesa Civil monitora a situação em RS

Terra


O temporal que cai sobre o Estado do Rio Grande do Sul desde o início da tarde desta segunda-feira já tem causado alguns problemas à população. A Defesa Civil estadual está monitorando a situação devido à grande possibilidade da chuva persistir por mais um ou dois dias, com acúmulo significativo.

De acordo com a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), cerca de 2,7 mil pontos de falta de energia já haviam sido registrados em Viamão, na região metropolitana de Porto Alegre, às 16h. Ainda segundo a CEEE, cerca de 3,8 mil pontos de falta de luz também foram registrados nos municípios de Butiá e Minas do Leão. Já a Rio Grande Energia (RGE) e a AES Sul afirmaram que, em suas regiões de abrangência pelo interior do Estado, a situação segue normal.

Segundo o Centro de Operações da Defesa Civil estadual, ainda não foi registrada nenhuma ocorrência em função do temporal. "Tivemos uma situação de estiagem no Estado, que faz com que esta chuva não tenha grandes efeitos instantaneamente. Mas se ela persistir, podemos ter problemas", diz o operador João Rodrigues. Ainda segundo o operador, o órgão está atento para as informações repassadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) de que a chuva deve continuar na terça, com acúmulo significativo, além de descargas elétricas e possibilidade de granizo. "Estamos monitorando", diz ele.

De acordo com a Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC) de Porto Alegre, não foram registrados acidentes graves. No entanto, 51 semáforos tiveram problemas, mas 36 deles já operavam normalmente às 17h30. Ainda segundo a empresa, foram registrados, até as 17h30, 26 pontos com acúmulo de água. O principal deles, no viaduto da rua Voluntários da Pátria, gerou bloqueio de trânsito. A cidade também tem pontos de lentidão no trânsito nas avenidas Castelo Branco, Ceará, Sertório, Farrapos, Bento Gonçalves, Assis Brasil, Carlos Gomes e Plínio Brasil Milano.

O aeroporto Salgado Filho operava por instrumentos desde as 13h30, conforme informações passadas pela Infraero às 16h50. Foram registrados cinco atrasos de partidas programadas para a tarde e dois atrasos de chegadas. Também foi registrada uma queda de energia no terminal antigo, mas o problema foi rapidamente resolvido.

De acordo com informações da Climatempo, a previsão é que o tempo siga chuvoso na cidade até a quarta-feira.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!