Palmeiras perde no Peru, mas gol do Libertad deixa brasileiro na liderança

Uol


O Palmeiras jogou mal, perdeu boas chances no fim do jogo e não demonstrou a raça marcante das últimas partidas. Assim, a equipe foi presa fácil e perdeu por 1 a 0 para o Sporting Cristal, no estádio Alberto Gallardo Mendonza, em Lima, no Peru. A sorte é que liderança do grupo 2 foi garantida graças ao inesperado triunfo do Tigre por 5 a 3 contra o Libertad no Paraguai. O time paraguaio fez o terceiro gol nos acréscimos e mudou a situação da chave.

O Palmeiras não tem a possibilidade de encarar o Corinthians. O alviverde espera o desfecho do grupo 8 do torneio ainda nesta quinta-feira para conhecer o adversário das oitavas. Real Garcilaso, do Peru ou Tijuana, do México, são os oponentes possíveis. O primeiro jogo das oitavas será fora de casa.

Na classificação final do grupo 2, o Palmeiras ficou na liderança, com nove pontos, a mesma pontuação do Tigre. O fato de ter um gol a mais de saldo (0 a -1) garantiu o primeiro posto. O Sporting Cristal somou oito pontos, enquanto o Libertad fez sete.

No duelo no Peru, o Palmeiras esteve longe da raça demonstrada durante as cinco vitórias seguidas do time após o vexame em Mirassol (6 a 2). O time parecia desinteressado mesmo correndo sério risco de perder a liderança.

Já classificado por antecipação, o Palmeiras foi apático em campo. Poucas jogadas foram criadas. A fragilidade do adversário impediu uma derrota maior.

Por opção, Gilson Kleina sacou Henrique e Vinicius, pendurados, do confronto. O técnico ainda teve vetado pelo departamento médico Valdivia e Kleber Pinheiro. Pouco antes do jogo, Ronny, com amigdalite, também foi barrado. Os desfalques fizeram o treinador optar pela estreia do jovem formado no clube Emerson como titular.

A partida da revelação palmeirense foi ruim. Só que ninguém no time contribuiu. Charles e Souza foram os mais esforçados, com tentativas de finalizações fora da área. Os chutes tortos foram marcantes, e deram o tom da exibição palmeirense.

A equipe alviverde teve pouco ímpeto ofensivo, mas ainda contou com a maior chance de gol no primeiro tempo. Juninho recebeu na entrada da área pela esquerda, mas tentou o passe para Emerson, que estava em impedimento, ao invés de arriscar a finalização.

No início da segunda etapa, o Palmeiras sofreu rapidamente o gol que impediu qualquer possibilidade e encarar o Corinthians nas oitavas. Aos 2 minutos, Ávila carregou com espaço na intermediária e chutou forte de perna esquerda. A bola entrou no ângulo direito de Fernando Prass.

Uma reação palmeirense foi esperada para esquentar o confronto. Kleina tentou empurrar o time ao ataque ao sacar Marcelo Oliveira e colocar o Tiago Real. Maikon Leite também entrou em campo na vaga de Charles.

Maikon Leite e Caio perderam chances claras de gol nos minutos finais. A falta de qualidade técnica pesou e, sem raça, foi presa fácil. A equipe entre na fase de mata mata como zebra na Libertadores.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!