Governo recua e decide recorrer de anulação de questões do Enem

Estadão


Pressionado por setores do Ministério da Educação (MEC), o governo mudou de ideia e decidiu, na tarde desta terça-feira (01), recorrer da decisão da Justiça Federal no Ceará que anulou 13 questões do Enem. Pela manhã, a disposição do governo era a de não apresentar recursos para evitar uma intensificação da batalha judicial em torno do exame. Mas no início da tarde, devido às pressões, a Advocacia-Geral da União (AGU) anunciou que encaminhará um recurso para tentar derrubar a decisão que anulou questões do Enem.

O recurso será protocolado na quinta-feira, 3, no Tribunal Regional Federal (TRF) da 5.ª Região, sediado em Recife. De acordo com a AGU, a iniciativa tem o objetivo de evitar que alunos que fizeram o Enem sejam prejudicados.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!