Matt Brown vira luta e nocauteia Erick Silva

Globo


Erick Silva esteve muito próximo de vencer sua primeira luta principal no UFC após ter um primeiro round espetacular. Mas Matt Brown não é chamado de "Imortal" à toa. Mostrando uma imensa resistência física e muito poder nas mãos, o peso-meio-médio americano voltou das cinzas e conseguiu dominar o brasileiro de forma inquestionável, vencendo a luta principal do UFC em Cincinnati por nocaute técnico aos 2m11s do terceiro round e pedindo a chance de disputar o cinturão da categoria após sete vitórias consecutivas. Diante de sua torcida - é nascido no estado de Ohio - ele perguntou em alto e bom som:

"Cincinnati, quem vocês querem que lute pelo título em seguida? Falem com o Dana White, ele está sentado logo ali!", sendo respondido com gritos e aplausos de todos presentes ao ginásio.

Perguntado se havia realmente sentido a região da cintura após os golpes do brasileiro, Brown foi direto:

"Ele não acertou minha costela, acertou meu estômago e eu me machuquei bastante. Mas quando eu consegui me encontrar, não dei mais chances e fiz o que eu faço normalmente".

A luta

A luta começou com Erick Silva conseguindo derrubar Brown, que foi ágil e reverteu a posição. O brasileiro foi rápido e levantou-se. Com muita concentração, o capixaba acertou um belo chute de esquerda nas costelas do americano, que sentiu e acabou caindo na grade. Erick foi para cima do rival e aplicou diversos golpes, mas Brown aguentou o castigo. Com muita agilidade, Erick buscou as costas do americano e quase encaixou um estrangulamento. Matt Brown conseguiu livrar-se e, ao voltar a lutar em pé, reverteu completamente o panorama da luta. Aplicando golpes socos, cotoveladas e chutes seguidos e duríssimos, o americano abalou duramente o brasileiro, acabando o round sob aplausos do público, que assistia o duelo de pé.

Na volta para o segundo round, Matt Brown continuou a aplicar golpes duros, mas Erick novamente conseguiu um chute na linha de cintura que o americano acusou novamente ter sentido. Mesmo assim, o brasileiro preferiu buscar golpes em outras áreas do rival, aos quais ele resistia melhor. Erick Silva ainda acertou mais duas vezes a cintura do americano, mas Brown foi inteligente, e levou a luta para o chão. Já sem resistência física, o brasileiro sofria um duro castigo no chão, livrando-se de um triângulo invertido, de um triângulo e de uma chave de braço. No fim do round, mesmo por cima de Brown no chão, Erick Silva parecia não ter mais forças para lutar.

No terceiro round, mesmo alertado por seu córner de que o caminho para igualar a luta seria golpear a linha de cintura do americano, Erick Silva continuou buscando os golpes na cabeça. Brown manteve o castigo, e levou a luta novamente para o chão, dificultando ainda mais os golpes na linha de cintura. Já muito desgastado, o brasileiro apenas se defendia, e sofria todo tipo de golpes na cabeça e nas costelas. Após ter um ferimento aberto na testa após diversas cotoveladas, Erick parecia estar no seu limite, e virou-se de lado no chão. Neste momento, o árbitro Herb Dean encerrou o combate, decretando o nocaute técnico do brasileiro.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!