Com nomeação ao Detran, Hashioka volta a ficar frente a frente com Regina Duarte

Ambos foram candidatos a prefeito de Nova Andradina em 2000
Da Redação / Imagens: Redes Sociais (Regina) e Jornal da Nova/Arquivo (Hashioka)
01/09/2017 10h00
Regina Duarte e Roberto Hashioka / Imagens: Redes Sociais (Regina) e Jornal da Nova/Arquivo (Hashioka)

Com a posse do ex-prefeito de Nova Andradina como novo diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS), Roberto Hashioka (PSDB) voltará a ficar frente a frente com uma de suas principais adversárias no início de sua carreira política, Regina Maria Duarte, presidente do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran).

 

Leia também

>> Hashioka é o novo diretor do Detran em MS

 

Há 17 anos, o tucano disputaria a Prefeitura de Nova Andradina pela segunda vez, tendo como principal concorrente a atual presidente do Cetran. Hashioka venceu o pleito com 56,677% dos votos, enquanto Regina Duarte (então no PDT) obteve 36,651%. Houve ainda um terceiro candidato, Francisco Dantas Maniçoba (então no PMDB), com 6,672%. 

 

À época, a pedetista era apontada como favorita para vencer o pleito, mas sua popularidade entrou em “queda livre” quando sua imagem foi associada ao emblemático líder religioso sul-coreano e fundador da seita Unificação pela Paz Mundial, Reverendo Moon (morto em 2012), autoproclamado "messias" perante seus seguidores e que residia em Mato Grosso do Sul.

 

Consequentemente, Hashioka, que já vinha com potencial de crescimento por conta de seu desempenho nas eleições de 1996, recebeu os votos que migraram da pedetista. O final da história todos já conhecem. O tucano assumiu em 2001 e foi reeleito, em 2004, com o maior índice percentual de votos do Brasil. 

 

Paralelamente, Regina Duarte assumia o Conselho Estadual de Trânsito, órgão ligado à Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública, cargo que ocupa até hoje. Entre as suas funções está a fiscalização e elaboração de políticas voltadas para assuntos emergentes, como a redução de acidentes de trânsito, entre outros.



Comunicar erro




VEJA MAIS