Sem plantas em MS, frigorífico de Batayporã é prioridade do Minerva

Tratativas seguem em andamento e, caso se concretizem, serviços podem ser retomados até o fim do primeiro semestre de 2019

Da Redação


Sem plantas em Mato Grosso do Sul, diretores do Minerva admitiram que a prioridade do grupo é se estabelecer na unidade frigorífica de Batayporã, desativada desde 2015.  Caso as tratativas avancem, a expectativa é de que a previsão se concretize até junho do próximo ano, gerando aproximadamente 800 empregos. 

A possibilidade foi destacada por Ademar Capuci, representante da família detentora da planta. “O dinheiro já está na conta e eu já dei anuência para os diretores começarem as obras. Não tem nada mais que impeça”, afirmou Capuci em entrevista por telefone ao Jornal da Nova

Na mesma linha, o assessor especial do Governo do Estado, Márcio Pezão, que articulou reunião de representantes do município e do grupo Minerva com o governador Reinaldo Azambuja, destacou o andamento das negociações. “O Minerva não possui nenhuma planta no Estado, então é interessante pra eles, pois essa planta é habilitada para exportar para vários países”, disse. 

O prefeito Jorge Takahashi também enfatizou a negociação. “O Governo foi bem participativo. Eles já receberam o dinheiro do seguro e tem vontade de voltar para Batayporã, é uma prioridade deles, mas tem muitas pendências para acertar ainda”, complementou o gestor ao Jornal da Nova

Nos próximos dias, diretores do grupo deverão estar em Batayporã para visitar a planta frigorífica. Entre as reformas necessárias, estão serviços relacionados à parte elétrica, de modernização entre outros, além da obtenção das licenças necessárias para dar início às operações.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!