Polícia intercepta arsenal de guerra que seria entregue no Rio de Janeiro

Material iria para a favela da Nova Holanda, no Complexo da Maré, na Zona Norte da cidade. Motorista de 23 anos, foi preso em flagrante. Material saiu de Foz do Iguaçu, no Paraná

Da Reedação


Um arsenal de guerra foi apreendido pela PRF (Polícia Rodoviária Federal), em uma blitz na rodovia Presidente Dutra (BR-116), em Seropédica, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Foram apreendidas dezenas de fuzis, pistolas, acessórios para armas e milhares de munições. O material seria entregue no Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio. O flagrante aconteceu no final da manhã de segunda-feira (26).

Policiais rodoviários federais faziam uma blitz na altura do pedágio, quando suspeitaram do motorista de uma Fiat/Strada e decidiram abordá-lo. O suspeito, Gilson Felipe Mera Cardoso de 23 anos, estava bastante nervoso, o que aumentou a desconfiança. Então, com auxílio dos cães farejadores, os policiais descobriram que algo de errado estava sendo transportado em cilindros na caçamba do veículo.

Quando abriram os cilindros, foram encontrados 12 fuzis, 33 pistolas, 106 carregadores, uma granada e aproximadamente 40 mil munições. O motorista confessou que transportava o material de Foz do Iguaçu, no Paraná. Ele disse ainda que entregaria na comunidade da Nova Holanda, em Bonsucesso, no Complexo da Maré.

A ocorrência foi encaminhada à Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos). A ação faz parte da operação Égide, que reforça o policiamento nas rodovias federais do estado.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!