• Paraíso17

Nova Andradina poderá contar com resgate aéreo a partir de novembro

Corpo de Bombeiros solicitou ao prefeito Gilberto Garcia dados técnicos da pista para verificar viabilidade da operacionalização dos serviços de resgate aéreo pela corporação
Cogecom / Imagens: CBMS/Divulgação
31/10/2019 14h40

Nesta quarta-feira (30), o prefeito Gilberto Garcia acompanhou o comandante do Corpo de Bombeiros Militar em Nova Andradina, Major Pablo, juntamente com o secretário municipal de Infraestrutura, Júlio César Castro Marques, em visita ao Aeroporto de Nova Andradina, apresentando-lhe a pista de pouso e decolagem visando à operacionalização do serviço de resgate aéreo da Corporação.

 

O comandante do Grupamento local solicitou dados técnicos, localização da pista e anunciou que a partir de próximo mês vai ativar o serviço de resgate aéreo na Corporação visando levar o atendimento às localidades que contarem com Aeroporto, devidamente equipado e autorizado pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil).

 

Uma aeronave (modelo Baron, prefixo BE-58, ano 1984) estará disponível para realizar atendimentos de socorro aéreo, como transporte de vítima politraumatizada em acidente rodoviário, transporte de órgãos e tecidos humanos e transporte inter-hospitalar de pessoas em estado grave.

 

A novidade do serviço dentro da Corporação é uma conquista para todos sul-mato-grossenses, que poderão contar com ampliação do serviço dos bombeiros militares. O resgate aéreo, cuja operacionalização ficará a cargo do Grupamento de Operações Aéreas dos bombeiros (GOA), atenderá todo estado de Mato Grosso do Sul de acordo com critérios de urgência e emergência pré-estabelecidos visando à eficiência do serviço.

 Prefeito Gilberto Garcia e major Pablo, comandante dos Bombeiros de Nova Andradina - Foto: PMNA/Divulgação

Gilberto Garcia confirmou que está aberto o edital de licitação para contratação da empresa que irá executar as obras de recuperação da pista do aeroporto, com previsão de início para a segunda quinzena de novembro. “Toda a infraestrutura necessária para a viabilização deste importante modal de transporte será realizada com recursos próprios do município. Pavimentação, sinalização e melhorias serão executadas para obtenção da homologação da pista pela ANAC.  Em breve, o corpo de bombeiros e outras aeronaves poderão aterrissar em solo nova-andradinense”, anunciou o prefeito.

 

Dados sobre a aeronave

A aeronave dos bombeiros tem capacidade para seis pessoas, sendo a tripulação mínima 2 pilotos, 1 médico e 1 enfermeiro. O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul possui 5 oficiais pilotos que estarão de plantão para atender as solicitações.

 

O avião dos bombeiros é chamado de “aeronave bombeiro 02”, tem autonomia de 4 horas e meia de voo e é classificado como ambulância aérea tipo E de salvamento aéreo, sendo equipada com kit de resgate aéreo homologado e equipamentos portáteis como cardioversor, bomba de infusão e ventilador pulmonar. Para o transporte de vítimas será necessário que um médico e um enfermeiro tripulem a aeronave.

 

De acordo com os bombeiros, inicialmente, o serviço de resgate aéreo será ativado mediante demanda dos serviços de saúde e da Corporação, mas, posteriormente, os municípios deverão se conveniar junto à Corporação visando à parceria.

Pista do Aeroporto de Nova Andradina - Foto: PMNA/Divulgação



Comunicar erro




VEJA MAIS