• Paraíso17

Mulher morre no HR de Nova Andradina com suspeita de dengue hemorrágica

Célia Alves, de 52 anos, morreu na madrugada deste sábado (25)
Da Redação / Imagens: Arquivo/PMNA
25/01/2020 17h55
Célia Alves trabalhava no Paraíso Alimentos / Imagens: Arquivo/PMNA

Célia Alves, de 52 anos, morreu com suspeita de dengue hemorrágica no Hospital Regional de Nova Andradina, na madrugada deste sábado (25). A Secretaria Municipal de Saúde informou que a morte deve ser investigada pela Vigilância Epidemiológica. Célia trabalhava há quatro anos no Supermercado Paraíso Alimentos e era bastante conhecida.

 

Segundo o secretário de saúde, Arion Aislan, o resultado confirmando a causa da morte deve sair entre 7 a 15 dias por meio da sorologia, o material foi coletado e será encaminhado para Campo Grande.

 

Ainda segundo o secretário, é precoce afirmar que se trata de uma morte por dengue hemorrágica. “Vamos aguardar as investigações que estão a cargo do setor de Epidemiologia”.

 

Arion ressaltou que a comunidade tem que ficar em alerta e manter os quintais limpos, pois passada a temporada de chuvas, é o momento de combater o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, doença que pode levar à morte se não for tratada a tempo.

 

Neste sábado, a secretaria realizou um mutirão na região do bairro Horto Florestal, onde mais de três caminhões de entulhos, como sofás, máquinas de lavar, geladeiras, fogões e pneus estão sendo retirados do bairro, junto com toda equipe de endemias e agentes de saúde da Secretaria de Saúde de Nova Andradina.

Também foram verificados a existência das larvas do Aedes aegypti nas casas e terrenos baldios.

 

“É importante que todos se conscientizem da importância de não deixar água parada em vasilhas jogadas nos quintais, brinquedos, pneus velhos, vasos, piscina, aquários e, em outros locais onde o mosquito pode colocar seus ovos”, alerta Aislan, secretário de saúde.

 

Segundo Arion, o mosquito da dengue pode viver entre 30 e 45 dias e seus ovos podem durar até 450 dias caso o local em que estejam alojados não seja limpo. “A Dengue mata. Por isso todos têm a responsabilidade de prevenir a infestação do Aedes aegypti”, ressalta.

 

A Dengue tem sintomas parecidos com a gripe comum (febre, dor de cabeça, dores nas articulações e musculares, falta de apetite e vermelhidão na pele). Em caso de suspeita dessa doença procure imediatamente o Posto de Saúde mais próximo.



Comunicar erro




VEJA MAIS