Morre em hospital da Capital vítima que sofreu queimaduras durante atentado em Ivinhema

Da Redação / Imagens: Divulgação
20/07/2021 18h18

Aparecido Fialho, que completou no último dia (16), 60 anos, morreu no hospital nesta terça-feira (20), após ter sido internado na UTI (Unidade Terapia Intensiva) devido a ferimentos e queimaduras de 2º grau, no ataque criminoso ocorrido no último (26), em Ivinhema.

 

Cido, como era conhecido, foi uma das vítimas do ataque que assustou os moradores de Ivinhema, que aconteceu entre a noite do dia 25 e madrugada do dia 26 de junho passado.

 

De acordo com a polícia, os crime foram cometidos como forma de "retaliação" as prisões realizadas pela própria instituição no município, da “Operação Narco Brasil”. Naquela noites ao menos sete indivíduos, incendiaram casas, veículos e um terreno baldio durante horas de tensão.

 

A vítima ficou internada na Santa Casa em Campo Grande, onde também contraiu covid-19, fator predominante para sua morte. Com informações do Ivinoticias



Comunicar erro




VEJA MAIS