Operação Fronteiras e Divisas Integradas I apreende mais de 10 toneladas de drogas no MS

Joelma Belchior, Sejusp / Imagens: Divulgação
22/09/2021 08h27
Na Operação, várias barreiras estão sendo realizadas / Imagens: Divulgação

As forças de segurança que participam da Operação Fronteiras e Divisas Integradas I, já tiraram de circulação em Mato Grosso do Sul mais de 10 toneladas de drogas, sendo a maioria, mais de 9 toneladas, de maconha.

 

Só nas últimas 24 horas foram mais de 2 toneladas de maconha apreendidas em bloqueios que acontecem simultaneamente nas fronteiras de Mato Grosso do Sul com o Paraguai e a Bolívia e nas divisas com outros estados, como Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso.

 

A maior apreensão das últimas 24 horas é de 973,3 quilos de maconha e foi realizada na noite de segunda-feira (21), por policiais da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira (Defron), no bairro Novo Horizonte, em Paranhos.

 

Conforme a Polícia Civil, o local funcionava como um entreposto de drogas e ontem, por volta de 21h, os investigadores flagraram uma caminhonete, com placas do Paraguai, carregada com drogas adentrar ao imóvel.

 

Buscas foram realizadas e os policiais localizaram na carroceria do veículo 975,3 quilos de maconha e 26,4 quilos de skunk. Dois homens que estavam no local, sendo o motorista e o vigia, foram presos e autuados em flagrante por tráfico.

 

671 Kg na BR-158

Em uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal, com as Polícias Civil e Militar de Mato Grosso do Sul, foram apreendidos outros 671 quilos de maconha na manhã desta terça-feira (21), em Três Lagoas. O proprietário da droga, um homem de 35 anos, que tentou fugir da fiscalização, foi preso.

 

Os policiais rodoviários federais fiscalizavam a BR-158, quando tentaram abordar uma Fiat/Strada, com placas de Campinas (SP). O condutor não obedeceu a ordem de parada e fugiu em alta velocidade. Durante o acompanhamento tático, o condutor bateu o veículo em um barranco e fugiu a pé.

 

A PRF repassou as informações do suspeito para a Polícia Civil e Militar de Três Lagoas e São Paulo. O condutor, de 35 anos, foi localizado e preso pela Força Tática de Três Lagoas (Rotai). Ele disse ter pego a picape carregada em Naviraí e que deveria entregá-la em São Paulo (SP).

 

O preso, a droga e o automóvel foram encaminhados para a Polícia Civil em Três Lagoas.

 

Mais apreensões

Nos bloqueios realizados pelas forças de segurança participantes da Operação Fronteiras e Divisas Integradas I foram apreendidos outros 161,5 quilos de maconha e 41,9 quilos de skunk na MS-395, no trecho entre Brasilândia e Bataguassu.

 

A droga estava em um Golf Sportline, com placas de Dracena (SP). Ao perceber a presença da polícia o motorista abandonou o veículo e fugiu.

 

Já em um hotel de Nova Andradina, a Polícia Rodoviária Federal em ação conjunta com policiais do Setor de Investigações Gerais, apreenderam 228 quilos de maconha.

 

A droga estava acondicionada em um Logan, que estava estacionado no local. O proprietário do veículo, um homem de 29 anos, foi preso, juntamente com outros dois comparsas, ambos com 29 anos, que estavam em um Corsa, cor preta.

 

Conforme os acusados, o entorpecente seria levado para Presidente Prudente (SP), onde receberiam certa quantia em dinheiro pelo transporte.

 

A droga, os veículos e os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Nova Andradina, onde os homens foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

Sobre a operação

A Operação Fronteiras e Divisas Integradas I acontece de forma simultânea e integrada em Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

 

Em nível nacional é coordenada pelo Centro de Operações Integradas da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, a Operação conta também com as participações dos órgãos de segurança pública estaduais e federais, de fiscalização, bem como as Forças Armadas. O objetivo é inibir e combater crimes como o tráfico de drogas e armas.

 

A Operação Fronteiras e Divisas Integradas I acontece em todo o Estado e conta com ações concentradas nos municípios que fazem divisas com os estados de Minas Gerais, São Paulo e Paraná, bem como naqueles localizados na linha e faixa de fronteira com o Paraguai e a Bolívia.

 

Em Mato Grosso do Sul a operação é coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada de Fronteiras e Divisas (GGIFRON-DIV), da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).



Comunicar erro




VEJA MAIS