Em Nova Andradina, traficante é preso pela Força Tática comercializando drogas em bar

Ele confessou à polícia que traficava há três meses também na Praça da Morada do Sol
Luis Gustavo, Da Redação / Imagens: Arquivo/Jornal da Nova
03/08/2022 08h00

Um rapaz, de 19 anos, identificado por Juliano Kawan Ratis Servignana, mais conhecido como “Kawan”, foi preso e autuado em flagrante, no início da madrugada desta quarta-feira (3), suspeito de tráfico de drogas, em Nova Andradina.

 

Durante o patrulhamento ostensivo e preventivo pela área central da cidade, a equipe da Força Tática do 8º Batalhão de Polícia Militar visualizou dois indivíduos em um bar, que ao perceberem a presença policial, demonstraram nítido nervosismo e tentaram se evadir no local.

 

Ambos foram abordados e na busca pessoal foi encontrado no bolso de Juliano, várias pedras brutas de crack e papelotes de cocaína, além de R$ 114,00 e um aparelho celular. Já no bolso do segundo suspeito foram encontrados R$ 100,00 em dinheiro e um aparelho celular.

 

Na entrevista pessoal, Juliano confessou que há três meses faz o comércio de entorpecentes num bar e na Praça do bairro Durval Andrade Filho (Morada do Sol) e que uma paradinha de crack vende a R$ 10,00 cada e a cocaína a R$ 20,00.

 

O suspeito confessou também que na sua casa havia mais drogas. A Força Tática foi até a residência de Juliano e, em um tênis em baixo da cama, foram encontradas duas pedras brutas de crack, uma porção de cocaína prontas para o comércio, vários plásticos recortados e uma balança.

 Material entorpecente apreendido - Foto: Polícia Militar/Divulgação

O outro indivíduo abordado relatou que não sabia de nada, e que apenas estava acompanhando Juliano.

 

Após pesados, os entorpecentes totalizaram 19 porções de cocaína e quatro pedras brutas de crack, pesando 49 gramas.

 

O suspeito relatou que havia comprado os entorpecentes no valor de R$ 500,00 desta forma, as pedras brutas de crack após manufaturada renderiam mais de 100 paradinhas de crack no valor de R$ 1 mil e a cocaína após distribuídas em porções renderiam 20 papelotes no valor R$ 400,00.



Comunicar erro




VEJA MAIS