PMA de Dourados desmonta acampamento e prende pescador no rio Brilhante

O infrator também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 760
Luis Gustavo, Da Redação / Imagens: PMA/Divulgação
05/08/2022 17h00
Pescado e rede apreendidos / Imagens: PMA/Divulgação

Durante fiscalização ambiental no município de Rio Brilhante, policiais da PMA (Polícia Militar Ambiental) de Dourados que trabalham na "Operação Pesca Legal" prenderam, nesta sexta-feira (5), um pescador que estava acampado às margens do rio Brilhante e praticava pesca predatória com uso de petrecho proibido do tipo rede de pesca.

 

No acampamento, os policiais abordaram o infrator e localizaram uma rede de pesca ainda molhada e dois exemplares de peixes da espécie curimbatá e um exemplar da espécie barbado com sinais de terem sidos capturados com petrecho proibido do tipo rede de pesca.

 

O pescador confessou que pescava com uso do petrecho ilegal e que havia capturado o pescado com a rede. Os peixes e o petrecho foram apreendidos. Felizmente a PMA prendeu o infrator no momento em que indicava a pescaria, quando ele tinha capturado pouco pescado, pois com este tipo de petrecho ele poderia dizimar cardumes na região.

 

O infrator, de 48 anos, residente em Rio Brilhante, recebeu voz de prisão e foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil da cidade, juntamente com o material apreendido, onde ele foi preso em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saiu depois de pagar fiança de R$ 1.200.

 

O infrator também foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 760,00. O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.



Comunicar erro




VEJA MAIS