PMA de Cassilândia autua empresa por descarte irregular de resíduos sólidos

Da Redação


Na última quarta-feira (20), a PMA (Polícia Militar Ambiental) de Cassilândia foi acionada para verificar uma denúncia de descarte irregular de resíduos sólidos, realizado por uma empresa, próximo às margens da rodovia BR-158. Ao chegar no local, a guarnição constatou a veracidade dos fatos da denúncia e que, no local, havia entulhos como madeira, carretéis de madeira, mangueiras plásticas, luvas, calçados, plásticos, tambores, caixas de papelão, caixas de material isopor, sacolas plásticas, materiais de construção, todos lançados a céu aberto.

Diante do fato, a equipe policial foi até a empresa que se encontrava pouco metros do local em que o material foi descartado. Ao indagar o funcionário acerca dos fatos e do licenciamento ambiental das atividades da empresa, o homem informou que o lixo foi descartado pela empresa e que no momento não possuía nenhuma documentação ambiental no local.

Ante a constatação do crime ambiental, a empresa foi autuada administrativamente em R$ 10 mil e foi notificada a apresentar o licenciamento ambiental de suas atividades, bem como recolher e dar destino correto aos resíduos sólidos que foram descartados de forma irregular. 

Além disso, o fato foi encaminhado à autoridade de Polícia Judiciária de Cassilândia.

Cobertura do Jornal da Nova

Quer ficar por dentro das principais notícias de Nova Andradina, região do Brasil e do mundo? Siga o Jornal da Nova nas redes sociais. Estamos no Twitter, no Facebook, no Instagram e no YouTube. Acompanhe!