Investigadores apreenderam 700 gramas de ouro durante operação em Nova Andradina

Também foram apreendidos na mesma residência R$ 70 mil em espécie
Da Redação / Imagens: Jornal da Nova
18/11/2020 19h00
Ouro e dinheiro apreendido / Imagens: Jornal da Nova

Durante a “Operação Cranius” deflagrada pela Polícia Civil de Nova Andradina, apreendeu drogas, dinheiro, ouro e objetos sem a comprovação de origem lícita. A ação aconteceu nas primeiras horas desta quarta-feira (18) e prendeu duas pessoas na cidade.

 

Leia também

|Polícia Civil apreende várias rodas de liga leve e pneus em operação em Nova Andradina

|Operação da Polícia Civil mira tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Nova Andradina

 

Os investigadores da SIG (Seção de Investigações Gerais) coordenados pelo delegado Guilherme Scucuglia, no curso das investigações chegaram até ao grupo que trafica uma volumosa quantidade de drogas. Em junho, um dos integrantes foi preso em flagrante em Nova Andradina, com pouco mais de 100 quilos de drogas. Além do entorpecente, foi apreendido duas motocicletas.

 

Entre os mandados de prisão, dois foram cumpridos em Nova Andradina e outro em Dois Irmãos do Buriti, no presídio. Também foram cumpridos nove mandados de busca e apreensão em Nova Andradina e dois em Ponta Porã.

 

Em um dos alvos, os policias foram até a residência de um despachante e, em seu escritório, mas ele não foi preso. Outro alvo foi um barbeiro, que teve a prisão preventiva.

 Diversas rodas de liga leve e pneus foram apreendidos - Foto: Jornal da Nova

Um jovem também foi alvo da operação, em sua residência a polícia encontrou um tablete de maconha pesando quase meio quilo.

 

Já em outra residência, nas proximidades da avenida Ivinhema, os policiais apreenderam grande quantidade de rodas de liga leve e pneus, que foram necessários mais de três viagens para levar até a Delegacia.

 

Ainda na residência outros objetos foram apreendidos e cerca de 700 gramas de ouro, que hoje, a cotação do grama é de R$ 320,18, totalizando R$ 230 mil, também foram apreendidos aproximadamente R$ 70 mil em dinheiro. Esse suspeito foi preso em flagrante por lavagem de capitais, mais conhecido como lavagem de dinheiro.

 

Também participaram da “Operação Cranius”, três equipes da Defron (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de), que cumpriram três mandados de busca e apreensão na cidade de Ponta Porã, resultando em exitosa diligência capaz de apreender documentação extremamente importante à investigação.

 

A Polícia Civil também sequestrou veículos do grupo. “Os bens que são adquiridos com proventos do crime, são passíveis de sequestro, os pedidos foram requeridos ao juízo e deferidos, hoje cumprimos e apreendemos moto e carro”, disse o delegado Scucuglia.

 

A Delegacia de Nova Andradina teve apoio da Polícia Civil de Batayporã, Taquarussu, Angélica, Bataguassu, Santa Rita do Pardo, Anaurilândia e Brasilândia.

Vídeo: delegado da SIG (Seção de Investigações Gerais) Guilherme Scucuglia

 

“Com esses materiais apreendidos, informações, vamos dar prosseguimentos nas investigações para chegar em outras pessoas que estão envolvidas no esquema de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro”, finaliza o delegado.

 

O nome da operação foi vinculado ao apelido do alvo principal, sendo que, durante cumprimento das buscas domiciliares em desfavor dos suspeitos, foi apreendida substanciosa quantidade de maconha, diversos documentos condizentes com a lavagem de capitais; além de ser cumprida ordem de sequestro dos bens já mencionados.



Galeria de Imagens / Imagens: Jornal da Nova



Comunicar erro




VEJA MAIS